Pegadas nas cinzas

Por Reinaldo José Lopes

Para começar bem a semana, queria compartilhar por aqui a simpática imagem abaixo.

Pegadas de Laetoli, Tanzânia (Crédito: Reprodução)
Pegadas de Laetoli, Tanzânia (Crédito: Reprodução)

São as mais antigas pegadas de primatas que andavam com duas pernas, como nós, e não mais com quatro patas. Elas foram encontradas em Laetoli, na Tanzânia, e provavelmente foram feitos por três indivíduos da espécie Australopithecus afarensis, à qual pertence a famosa fêmea Lucy. Logo abaixo, uma representação artística de como seriam esses nossos ancestrais remotos. Idade estimada: mais de 3,5 milhões de anos — a estimativa é relativamente precisa, e bastante confiável, porque as pegadas foram feitas em cinza vulcânica, que é possível datar com métodos baseados em decaimento radioativo, um relógio natural.

Concepção artística mostra os prováveis criadores das pegadas. (Crédito: Reprodução)
Concepção artística mostra os prováveis criadores das pegadas. (Crédito: Reprodução)

Tal como os hominídeos do desenho, caminhemos em frente, gente bonita. Bom começo de semana a todos.

——

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter ou no Facebook

Conheça “Além de Darwin”, meu primeiro livro de divulgação científica