O mestre, o discípulo e o urso

Por Reinaldo José Lopes

Passeavam por um bambuzal um mestre zen e seu discípulo quando, não mais que de repente, um urso irrompe pelo mato e começa a perseguir os dois.

“Mestre, mestre!”, grita o discípulo, “e agora, o que faremos? Nunca vamos conseguir correr mais rápido do que esse urso!”

“Como assim ‘vamos conseguir’, pequeno gafanhoto?”, replica o mestre zen. “Esqueça esse negócio de ‘nós’. Eu só preciso correr mais rápido do que você.”

Essa é uma das chaves da evolução por seleção natural, gentil leitor. Não se mira a perfeição — mira-se (inconscientemente, claro) ser apenas um pouco melhor do que a concorrência na única coisa que importa, que é o sucesso reprodutivo. Basta correr só um pouquinho mais rápido do que o discípulo.

——

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter ou no Facebook

Conheça “Além de Darwin”, meu primeiro livro de divulgação científica