Unção de toga

Por Reinaldo José Lopes

Deem uma olhada na imagem abaixo, produzida por volta de 250 d.C. Alguém que se dispõe a adivinhar o que ela está retratando?

Você nunca imaginou que um profeta israelita teria uma cara tão romana, certo? (Crédito: Reprodução)
Você nunca imaginou que um profeta israelita teria uma cara tão romana, certo? (Crédito: Reprodução)

A figura à direita está usando uma versão da chamada “toga praetexta”, a roupa tradicional dos magistrados romanos. Mas não é um cônsul nem um imperador. Trata-se do… profeta bíblico Samuel, que teria vivido por volta de 1000 a.C. Na cena, ele está ungindo (ou seja, derramando azeite consagrado) na testa do jovem pastor David, cerimônia que fez dele o novo rei de Israel.

A pintura foi encontra na sinagoga de Dura-Europus, uma cidade do Império Romano em plena Síria. Apesar da aversão tradicional judaica a imagens, o local está cheio de outras pinturas extremamente simpáticas com temas bíblicos, nas quais é impressionante ver como os artistas judeus incorporaram as convenções da arte greco-romana para abordar cenas-chave de sua fé.

Dura-Europus definitivamente é um lugar interessante: além de abrigar uma das mais antigas sinagogas do mundo, também tem uma das mais antigas igrejas cristãs achadas até hoje.

——————–

Conheça e curta a página do blog Darwin e Deus no Facebook