A Tumba dos Macabeus?

Por Reinaldo José Lopes

Os macabeus, membros de uma família de sacerdotes-guerreiros do século 2º a.C. que lideraram uma bem-sucedida revolta judaica contra o império pagão dos selêucidas, são famosos por seus feitos em combate — e também por um mistério arqueológico. Seu grandioso mausoléu, descrito por autores da Antiguidade como Flávio Josefo e adornado com grandes colunas e até pequenas pirâmides, nunca foi identificado com certeza. Agora, arqueólogos israelenses reacenderam a esperança de achar a tumba desses heróis bíblicos.

Vista de cima do possível local da tumba dos macabeus (Crédito: Autoridade Israelense de Antiguidades)
Vista de cima do possível local da tumba dos macabeus (Crédito: Autoridade Israelense de Antiguidades)

Eu disse “bíblicos”? Bem, ao menos no caso das Bíblias católicas, das quais constam dois livros narrando as aventuras de Judas Macabeu (apelido que provavelmente significa “o Martelo”) e seus intrépidos irmãos. Acontece que, há cerca de um século e meio, arqueólogos já diziam ter identificado a famosa tumba em Horbat Ha-Gardi, perto da atual cidade israelense de Modin, a oeste de Jerusalém (batizada com o mesmo nome da antiga cidade natal dos macabeus).

Escavações posteriores, porém, acharam no local um mosaico com o desenho de uma cruz, o que levou os especialistas a propor que a tumba, na verdade, teria pertencido a cristãos do período bizantino. Nesta semana, após uma análise preliminar dos restos arqueológicos, Amit Re’em e Dan Shachar, ligados à Autoridade Israelense de Antiguidades, afirmaram ao jornal “Jerusalem Post” que a magnificência das construções, que incluem justamente sinais das megacolunas de mármore e provavelmente tinham dois andares em sua feição original, talvez de fato remontem à época dos macabeus (ou seja, em torno do ano 150 a.C.) ou tenham sido erigidas por cristãos em cima das tumbas judaicas originais.

Arqueólogos fazem avaliação das ruínas (Crédito: Autoridade Israelense de Antiguidades)
Arqueólogos fazem avaliação das ruínas (Crédito: Autoridade Israelense de Antiguidades)

Para tirar essa dúvida, só com mais escavações. A Autoridade Israelense de Antiguidades está convocando voluntários da região para ajudar nos trabalhos, num projeto de maior escala. Vamos ver no que dá.

———————

Conheça meu novo livro — “Deus: Como Ele Nasceu”, uma história da crença em Deus das cavernas ao Islã. Disponível nos sites da Livraria Cultura e da Saraiva

Conheça e curta a página do blog Darwin e Deus no Facebook

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter