Nós e os bichos

Por Reinaldo José Lopes

A citação do dia vem do sensacional livro “Beyond Words: What Animals Think and Feel” (“Além das Palavras: O que os Animais Pensam e Sentem”), do ecologista americano Carl Safina, professor da Universidade Stony Brook.

“Tudo o que os seres humanos fazem e possuem veio de algum lugar. Antes que o organismo humano fosse montado, a evolução precisava ter a maior parte das peças em seu estoque, e essas peças foram desenvolvidas para modelos mais antigos. Nós as herdamos.

Veja, por exemplo, a jornada das patas articuladas: de artrópode para quadrúpede e deste para pessoas bípedes. A parte de cima da pata de trás de uma rã é um fêmur, e isso também vale para a pata de um frango, ou para a perna de uma criança. Assim, podemos acompanhar a transformação de um anfíbio numa ave e num triatleta. Uma criatura que dorme está dormindo, independentemente de sua espécie. Outra que espirra está espirrando. As espécies diferem — mas muitas vezes não são tão diferentes. Só seres humanos possuem mentes humanas. Mas acreditar que só seres humanos possuem mentes é como acreditar que, uma vez que só pessoas possuem esqueletos humanos, só pessoas têm esqueletos. É claro que conseguimos ver esqueletos de elefantes. Não conseguimos ver a mente deles. Mas podemos ver seus sistemas nervosos e observar o funcionamento de mentes na lógica e nos limites de seus comportamentos. De esqueletos a cérebros, o princípio é o mesmo, e se for necessário que tenhamos algum pressuposto inicial, pode ser o de que as mentes também existem de forma gradual.”

Aliás, se você quer saber mais sobre mentes animais, meu próprio livrinho, chamado “Além de Darwin”, possui uma seção dedicada inteiramente ao tema, por apenas R$ 2 na Amazon. Está entre os cinco ebooks mais vendidos de ciência no site neste momento. Que tal me ajudar a galgar mais posições?

———————

Conheça meu novo livro — “Deus: Como Ele Nasceu”, uma história da crença em Deus das cavernas ao Islã. Disponível nos sites da Livraria Cultura e da Saraiva

Conheça e curta a página do blog Darwin e Deus no Facebook

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter