A volta dos bisões europeus

Por Reinaldo José Lopes

Leio na gloriosa “New Scientist” (aqui, em inglês) que conservacionistas estão fazendo mais uma valente tentativa para devolver o bisão-europeu (ou Bison bonasus, para os fluentes em latim lineano) à natureza.

O bicho é o maior mamífero terrestre nativo da Europa, mas foi caçado até desaparecer de seu habitat natural no começo do século passado. Desde então, a espécie foi mantida viva por aparelhos, com gerações de reprodução em cativeiro ou em reservas, e hoje tem 3.000 indivíduos (descendentes de apenas 54 bichos). Mas não há nenhuma população viável fora do controle humano.

O grupo holandês Rewilding Europe está coordenando os esforços para reintroduzir esses bovinos majestosos na própria Holanda e também na Romênia, onde já há 30 indivíduos à solta, por enquanto.

Pintura rupestre de bisão-europeu feita em Altamira, Espanha (Crédito: Reprodução)
Pintura rupestre de bisão-europeu feita em Altamira, Espanha (Crédito: Reprodução)

Nossa espécie tem uma relação looooonga com os bisões-europeus, como você pode conferir na pintura rupestre acima, feita na caverna espanhola de Altamira, há dezenas de milhares de anos. Tomara que consigamos trazer os bichos de volta de vez.

———————————————–

Visite o novo canal do blog no YouTube!

Confira meus livros de divulgação científica em promoção: “Além de Darwin”, “Os 11 Maiores Mistérios do Universo” e “Deus: Como Ele Nasceu” por preços que vão de apenas R$ 2 a R$ 9,90!

Conheça e curta a página do blog Darwin e Deus no Facebook

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter ou no Facebook