Marche de novo pela ciência!

Por Reinaldo José Lopes

Não dá pra ficar parado enquanto a estrutura para pesquisa científica no Brasil vai sendo lentamente desmontada, em parte pela crise, mas em grande parte também por falta de visão estratégica e de simplesmente parar pra pensar um pouco. Por isso, vai rolar neste sábado a Segunda Marcha Pela Ciência em várias cidades do país, e é claro que este blog apoia a iniciativa. Confira abaixo como participar (ou então pelo site da SBPC) e faça a sua parte!

————–
Neste sábado, 2 de setembro, acontece a 2ª Marcha Pela Ciência no Brasil. Cinco cidades confirmaram a adesão à manifestação em prol da ciência e da educação no País, neste sábado: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, São Luís e Porto Alegre. Natal fará um ato na próxima segunda, 04. Com o objetivo de protestar contra o contingenciamento de recursos em Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação em 2017 e pressionar para que o orçamento de 2018 seja adequado para estas áreas, o movimento parte da iniciativa da campanha Conhecimento Sem Cortes e conta com o apoio da SBPC. A SBPC reforça que a participação de todos nessas mobilizações é importante diante do grave cenário de cortes e contingenciamentos que a ciência, a tecnologia e a educação no País enfrentam.

Em São Paulo, a manifestação começa na Avenida Paulista, às 15h no vão do MASP.·.

Em Brasília, a Marcha é realizada pela SBPC Regional–DF, e será realizada em frente ao Museu Nacional da República, também às 15h.

Em Porto Alegre, a Marcha acontece às 11h, no Parque da Redenção, com concentração no Monumento do Expedicionário.

Em São Luís, a Marcha acontece às 17h, na Praça da Lagoa.

Em Natal, o “Ato em defesa da Ciência e Educação” será na próxima segunda-feira, 04 de setembro, às 09h, no auditório da Reitoria da UFRN, e terá uma palestra com a presidente de honra da SBPC, Helena Nader.

Na capital carioca, a Marcha se concentra em frente ao Museu do Amanhã, e terá como tema “O que será o amanhã?”.

“O que será o amanhã sem verbas para as Universidades federais, para Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil? Como vai ser o futuro do País frente ao contingenciamento de recursos para áreas tão estratégicas?”, questionam os organizadores da Marcha. A escolha do dia 2 de setembro para realizar a manifestação é porque este é um momento crucial na definição do orçamento para 2018. Uma segunda Marcha, argumentam, é necessária para pressionar os deputados federais, em vias de votar a Lei Orçamentária, que vai definir a distribuição de recursos para o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para o próximo ano.

“O Congresso Nacional está em processo de organização e votação do orçamento do ano que vem. Se contarmos a PEC e todos os cortes temos boas chances de que 2017 se repita em 2018, ou que seja ainda pior. Temos que pressionar para garantir que tenhamos o pagamento das bolsas de pós-graduação no ano que vem e um mínimo de financiamento para continuar as nossas pesquisas”, argumenta Tatiana Rappoport, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que atua na organização da Marcha.

A 2ª Marcha Pela Ciência no Brasil é uma realização da Associação dos Docentes da UFRJ (ADUFRJ), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), do Sindicato dos Professores de Universidades Federais de Belo Horizonte, Montes Claros e Ouro Branco (APUBH), da Associação dos Docentes da UnB (ADUnB), do Sindicato do Instituto Federal do Rio de Janeiro (SINTIFRJ), da Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG), da Associação Nacional dos Pesquisadores das Unidades de Pesquisa do MCTI (ANPesq), da APRUMA – Seção Sindical do Andes – SN, do Laboratório de Divulgação Científica Ilha da Ciência da UFMA e do Centro de Cultura Negra do Maranhão – CCN-MA, entre outras entidades defensoras da CT&I.

Os organizadores da Marcha esperam que a situação dramática das universidades federais brasileiras, dos pesquisadores que estão correndo risco de perder suas bolsas, e de todo o sistema de CT&I sensibilize e mobilize a comunidade científica, alunos, professores, familiares e amigos da ciência: “O momento é de união de forças pela ciência brasileira e pelo futuro do País”.

———–

Visite o novo canal do blog no YouTube!

Conheça meus livros de divulgação científica!

Conheça e curta a página do blog Darwin e Deus no Facebook

Quer saber quem sou? Confira meu currículo Lattes

Siga-me no Twitter ou no Facebook