Arquivo - Categoria: Compreensão pública da ciência

A treta do Guia Politicamente Incorreto

Como vocês talvez tenham visto, estreou no final de semana que passou, no canal History, a série de TV “Guia Politicamente Incorreto”, baseado no livro homônimo do jornalista Leandro Narloch sobre história do Brasil. Fui entrevistado pela produção da série, apareci bastante no primeiro episódio – mas não gostei do resultado. Explico o porquê no(…)

Marche de novo pela ciência!

Não dá pra ficar parado enquanto a estrutura para pesquisa científica no Brasil vai sendo lentamente desmontada, em parte pela crise, mas em grande parte também por falta de visão estratégica e de simplesmente parar pra pensar um pouco. Por isso, vai rolar neste sábado a Segunda Marcha Pela Ciência em várias cidades do país,(…)

Nem Exu salva

Esses dias, ouvi de um cientista brasileiro a seguinte declaração (na base da brincadeira, claro, mas aquela brincadeira amarga, gosto-de-cabo-de-guarda-chuva, com fundo de verdade): “Acho que vou fazer um despacho pra ver se algum Exu se compadece e arranja uma verba pra gente continuar pesquisando.” A situação não tá feia, pessoal — tá horrenda.

Ciência para as massas em Juiz de Fora!

Recebo da colega Bárbara Duque, coordenadora de divulgação científica da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora), uma excelente notícia: a inauguração do novo Centro de Ciências da instituição, com muita coisa legal para quem quer explorar a astronomia e outras áreas científicas, como mostram o texto (enviado pela Bárbara) e as fotos acima e(…)

É nóis na Flip!

Se você planeja ir hoje à Flip, a sensacional feira literária de Paraty (RJ), tenho o prazer de convidá-lo para bater um papo comigo e com o grande helenista e tradutor da Bíblia português Frederico Lourenço na Casa Folha, às 17h30. O tema da nossa conversa é “Deus e Darwin”, e eu devo falar um(…)

A treta da mudança climática

A força da ciência, como vocês sabem, é a sua praticamente infinita capacidade de autocorreção. Não existem dogmas eternos: toda hipótese científica pode e dever ser revisada e corrigida, ou às vezes simplesmente esquecida, se novas observações mostrarem que ela não descrevia a realidade de modo preciso. Tudo muito lindo — mas às vezes movimentos(…)

Lêmures da Lemúria

Você já se perguntou de onde veio aquele papo furado sobre o continente perdido da Lemúria, a “prima” da Atlântida? Pois é, veio dos lêmures mesmo. É, lêmures, tipo o rei Julien, acredite se quiser — e de uma hipótese ultrapassada sobre pontes de terra entre continentes que ajudariam a explicar a distribuição de certas(…)